Plataforma Chagas

Plataforma Chagas

Fundação: 2009, Uberaba, Brasil

460 membros de mais de 150 instituições e 24 países

Em paralelo às suas atividades de P&D, a DNDi lançou a Plataforma de Pesquisa Clínica em Doença de Chagas, que reúne parceiros, especialistas e partes interessadas para apoiar a avaliação e o desenvolvimento de novos tratamentos para a enfermidade. Sempre com ênfase no paciente, os objetivos do projeto são viabilizar estudos clínicos, possibilitar discussões técnico-científicas, desenvolver uma massa crítica de expertise e fortalecer a capacidade institucional de pesquisa. Além disso, a Plataforma Chagas busca padronizar a metodologia de avaliação da eficácia de medicamentos e estuda alternativas de uso de tratamentos já aprovados (novos esquemas, doses e combinações) e contextos especiais (resistência).

“Facilitar o debate entre pesquisadores é uma ferramenta importante para melhorar a eficácia, o diagnóstico e o tratamento para a doença de Chagas.”

CONCEPCIÓN ZÚÑIGA VALERIANO, MÉDICA ESPECIALIZADA EM CHAGAS, HONDURAS

  • Iniciados dois perfis de produtos-alvo para populações especiais: crianças e pessoas com o sistema imunológico suprimido.
  • Desenvolvimento de uma plataforma de intercâmbio de dados, em parceria com o Infectious Diseases Data Observatory (IDDO), para coletar e padronizar dados de pesquisa clínica. A iniciativa tem por objetivo evitar a duplicação e ajudará a acelerar o desenvolvimento de melhores tratamentos.
  • Coordenação de oficina na Argentina para agilizar a tomada de decisões na avaliação da resposta terapêutica à doença de Chagas crônica.

  • 95 membros definiram as prioridades de pesquisa para os próximos anos e assinaram a Carta de Santa Cruz, pedindo aos governos, organizações e doadores que aumentem os esforços de controle e eliminação da doença de Chagas como um problema de saúde pública.
  • 8 locais de ensaios clínicos em atividade: 3 na Bolívia para o ensaio de fase II de validação de conceito do BENDITA (avaliação da segurança e tolerabilidade de benznidazol com doses reduzidas e tratamento de duração mais curta, e em combinação com fosravuconazol) e 5 na Espanha para o estudo de fase II de validação de conceito do fexinidazol.
  • 117 pessoas capacitadas em 10 encontros, oficinas e seminários na Bolívia, Brasil e Estados Unidos em Ética, Boas Práticas Clínicas e Boas Práticas Clínicas Laboratoriais para ensaios clínicos, acesso a tratamentos, comunicações, arrecadação de fundos, ativismo e finanças.
  • Apoio à publicação dos Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas para a Doença de Chagas no Brasil e das diretrizes regionais para a doença de Chagas de 2018 da OPAS

  • 7 ensaios clínicos em atividade: 3 na Bolívia para o ensaio fase II de validação de conceito do BENDITA (avaliação da segurança e tolerabilidade de benznidazol com doses reduzidas e tratamento de duração mais curta, e em combinação com fosravuconazol) e 4 na Espanha para o estudo de fase II de validação de conceito do fexinidazol para o tratamento de Chagas.
  • 161 pessoas capacitadas em 4 oficinas/reuniões técnicas na Colômbia, Brasil e Estados Unidos.
  • Discussões promovidas pela Plataforma Chagas no Brasil embasam as mudanças nas diretrizes terapêuticas nacionais para a doença de Chagas.

  • 3 locais de ensaios clínicos na Bolívia foram selecionados para o ensaio de fase II de validação de conceito do estudo BENDITA.
  • Na Reunião Anual da Plataforma Chagas, aproximadamente 270 pessoas receberam capacitação em áreas-chave, como: validação e controle de qualidade de qPCR para diagnóstico e monitoramento, descoberta de novos fármacos, doença de Chagas congênita, movimentos da sociedade civil, novos campos de pesquisa, diretrizes para a doença de Chagas, o novo panorama para os pacientes crônicos e a abordagem terapêutica integrativa.

  • O número de membros da Plataforma Chagas cresceu 23%; destes, aproximadamente 40% vieram de países onde a doença não é endêmica.
  • A Reunião Anual da Plataforma de Chagas foi realizada em Buenos Aires, Argentina, durante a Semana Nacional da Doença de Chagas, contando com 230 participantes de programas nacionais, associações de pacientes, associações de pesquisa, centros de pesquisa e atendimento clínico, ONGs e empresas farmacêuticas, entre outros.

Publicações

Boletim informativo da Plataforma Chagas

Baixe aqui
Português
Inglês

Boletim Nº 10, agosto 2020
Português
Inglês

Boletim Nº 9, julho 2019
Português
Inglês

Boletim Nº 8, julho 2018
Português
Inglês

Boletim Nº 7, maio 2017
Português
Inglês

Boletim Nº 6, maio 2016
Inglês

Boletim Nº 2, novembro 2012
Português

Boletim Nº 1, agosto 2011
Português

Entre em contato com a Plataforma de Pesquisa Clínica em Doença de Chagas

Envie um e-mail

Organização internacional, sem fins lucrativos, que desenvolve tratamentos seguros, eficazes e acessíveis para os pacientes mais negligenciados.

DNDi Global

Entre em contato

DNDi pelo mundo

Apoie a DNDi

Faça uma doação!

Trabalhe conosco

Oportunidades

Exceto para imagens, filmes e marcas registradas que estão sujeitos aos Termos de Uso da DNDi, o conteúdo deste site está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-Share Alike 3.0 Switzerland License.